Brincando:  

Brincar de estátua

Brincar de estátua

Descrição:

Trapaças não entram, estátua é estátua. E, como boa estátua, não deve se mexer.

Pés, pernas, tronco, braços e cabeça têm que ficar imóveis, iguais às que existem nos museus.

Nesse quesito cabe uma dúvida: por quanto tempo conseguirão se manter parados?

Acredito que por pouco, sinceramente. A tentação de tirar o outro da paralisia é forte demais; se for com susto, é a melhor parte.

 

Keer

Keer Turismo

Soluções em TI para:

Agências, Hotelaria, Receptivos e Cruzeiros.

www.keer.com.br/turismo